Ligue-se a nós

Desporto

União de Leiria surpreende Portimonense na Taça de Portugal

Os algarvios confirmaram em Leiria o mau momento – são últimos classificados da I Liga – e acabaram por sair da Taça de Portugal.

Publicado

em

Foto: Festejo da equipa unionista frente ao Portimonense / Facebook União Desportiva de Leiria

A União de Leiria eliminou esta sexta-feira o Portimonense e segue para a quarta eliminatória da Taça de Portugal em futebol, ao beneficiar de um golo de Rui Gomes para vencer os algarvios por 1-0.

O nono classificado da série E do Campeonato de Portugal foi letal: defendeu com concentração e marcou na segunda vez que foi à baliza do Portimonense, aos 80 minutos.

Com Beto, Júlio César, Fabrício e Anderson bem abertos na frente, o Portimonense parecia querer resolver cedo a eliminatória, a equipa de Paulo Sérgio assumiu o domínio do jogo, mas mostrou-se pouco perigosa, trocando a bola sem pressa, à procura de espaços que nunca apareceram.

Na primeira parte, só o bom entendimento entre Fali Candé e Júlio César ameaçou a defesa da casa, que foi aguentando, apesar da instabilidade dos três centrais.

A União de Leiria assumiu respeito pelo Portimonense e cerrou fileiras com cinco defesas, quatro médios, Badará na frente e muita vontade de mostrar serviço.

Apesar do domínio, os algarvios só criaram relativo perigo em três ocasiões nos primeiros 45 minutos. Muito pouco, mesmo para o último classificado da I Liga.

Inexistente no ataque no tempo inicial, a União de Leiria criou a primeira grande oportunidade do jogo aos 57 minutos: Rui Gomes fugiu pela esquerda, ultrapassou dois defesas do Portimonense e deu o golo a Badará, mas o camaronês não conseguiu rematar, desviando sem força para a baliza.

O Portimonense percebeu o risco, mas continuou sem criar oportunidades junto à baliza de Fábio Ferreira, que substituiu ainda no primeiro tempo o lesionado Helton.

Mas, depois de ameaçar, a União de Leiria marcou mesmo à segunda ocasião: Rui Gomes voltou a escapar pela esquerda, ultrapassou a oposição e desta vez decidiu rematar ele mesmo, fazendo o 1-0, aos 80 minutos, golo que garantiu o apuramento dos leirienses e afastou o Portimonense da Taça de Portugal.

POPULARES