Ligue-se a nós

Opinião

Um apelo à solidariedade distrital

Mas que seja este o ano em que descobrimos todos enquanto distrito as praias da nossa costa e as montanhas do nosso interior, que seja agora que visitamos os nossos castelos, os nossos museus e o nosso esmagadoramente rico património histórico.

Publicado

em

Opinião Notícias de Leiria
Foto: Notícias de Leiria

Este é o Verão do nosso descontentamento, neste ano em que se abateu sobre nós a maior calamidade das nossas vidas. À medida que Julho entra timidamente nos nossos calendários, uma questão assola todas as Câmaras Municipais das nossas terras: qual vai ser o preço a pagar por este Verão?

Tal como é inegável que este vírus causou um choque simétrico em todas as economias, é também inegável que irá ter efeitos assimétricos um pouco por todos os países e respetivas regiões.

As nossas exportações irão baixar, afetando os nossos concelhos mais exportadores, o nosso turismo irá diminuir, afetando os nossos concelhos mais turísticos, os nossos desempregados irão aumentar, afetando-nos a todos e às empresas de serviços dos nossos concelhos.

Mas é nas alturas de crise, de contração e medo que a humanidade tem vindo a revelar o seu melhor lado. Desde as nossas origens como espécie recolectora, o grande triunfo da humanidade sobre o reino animal não foram as nossas ferramentas de pedra mas sim a nossa incapacidade de ver o próximo a sofrer sem fazer nada. E é nesta altura que o nosso distrito tem de pensar enquanto comunidade e tornar o Verão de 2020 não um ano de catástrofe, mas um Verão de defesa coletiva intermunicipal.

Põe-se a questão: como podemos nós, os jovens, os adultos e os idosos ajudar? Sendo turistas internamente, gastando o nosso dinheiro no distrito, nos negócios do nosso distrito e nas pessoas do nosso distrito.​

​O dinheiro é o sangue que faz correr o comércio dos nossos concelhos e é com esse capital que podemos fazer a nossa parte para garantir que a mercearia ali ao lado não fecha, que o bar da praia favorito se mantem aberto e que a oficina que nos repara o carro há anos se vai manter aberta por muito mais.

Todos os anos somos convidados a conhecer melhores as regiões do nosso país, a visitar os tesouros escondidos do Norte, do Centro e do Sul. Mas que seja este o ano em que descobrimos todos enquanto distrito as praias da nossa costa e as montanhas do nosso interior, que seja agora que visitamos os nossos castelos, os nossos museus e o nosso esmagadoramente rico património histórico.

Não somos ingénuos e sabemos que isto não será suficiente, mas juntamente com os Fundos Europeus que estão e irão ser adjudicados ao nosso país, com o esforço camarário que tem sido desenvolvido e com uma dose enorme de solidariedade distrital, podemos todos resistir um pouco melhor à crise que se abate sobre nós.

.

Presidente da Federação da Juventude Socialista de Leiria. Tem 30 anos, natural da Ilha da Madeira, trabalha como Business Developper.

Recomendado




Recomendado




POPULARES