Ligue-se a nós

Sociedade

PSD contesta encerramento de extensão de saúde desde março em Alcobaça

Os deputados questionaram a ministra da Saúde sobre se a unidade vai manter-se encerrada e se decorrem diligências para que seja reaberta.

Publicado

em

Saúde Estetoscópio
Foto: Saúde / Pixabay

Os deputados do PSD eleitos por Leiria questionaram no parlamento a ministra da Saúde sobre o encerramento, desde março, da extensão de saúde de Pinhal Fanheiro, em Alcobaça.

Os deputados Hugo Oliveira, Margarida Balseiro Lopes, Pedro Roque, Olga Silvestre e João Gomes Marques entregaram um requerimento na Assembleia da República depois de se deslocarem ao local e constatarem que a extensão de saúde está encerrada desde março deste ano.

“Num período pandémico em que os serviços de saúde são fundamentais, é inaceitável que esta extensão de saúde esteja encerrada há cerca de seis meses e que se obrigue os utentes a dirigirem-se à extensão de saúde da Cela, aumentando potencialmente o risco destes utentes em terem contacto com o vírus”, referiram os sociais-democratas no documento.

Contactada pela agência Lusa, Ana Pisco, diretora do Agrupamento de Centros de Saúde Oeste Norte, a que pertencem o centro saúde e respetivas extensões do concelho de Alcobaça, remeteu esclarecimentos para a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT).

Além de Pinhal Fanheiro, está também encerrada a extensão de Alpedriz, no mesmo concelho, adiantou a ARSLVT.

De acordo com a esta entidade, “a reabertura das unidades terá lugar logo que seja possível” e “os utentes têm garantido o seu acesso a cuidados de saúde”.

No caso de Pinhal Fanheiro, esclareceu, os utentes estão a ser seguidos na extensão de Cela, enquanto os de Alpedriz na Unidade de Saúde Familiar de Pinhal do Rei, em Pataias.

.

Recomendado




POPULARES