Ligue-se a nós

Sociedade

Oliveiras S.A. recusa teletrabalho a 20 trabalhadores – Bloco de Esquerda

O grupo, sediado em Santo Antão, na Batalha, conta com cerca de 230 colaboradores.

Publicado

em

Oliveiras SA
Foto: Facebook Oliveiras, S.A - Engenharia e Construção

A Oliveiras S.A., empresa especializada em engenharia e construção civil, sediada em Santo Antão, na Batalha, interrompeu o regime de teletrabalho e obrigou 20 trabalhadores a prestarem serviço presencialmente, avança o Bloco de Esquerda.

De acordo com os bloquistas, que reberam a denúncia através da plataforma despedimentos.pt , após “adotar o regime de teletrabalho durante a semana de 23 a 27 de março, aplicado a 20 trabalhadores dos serviços administrativos da empresa que desempenharam o seu trabalho sem qualquer percalço, a Oliveiras, S.A. decidiu de forma unilateral interromper a prestação do trabalho à distância”.

“Sem apresentar qualquer justificação, as chefias informaram os trabalhadores em causa de que teriam de se apresentar ao serviço nas instalações da empresa a partir do dia 30 de março”, lê-se na nota do BE.

A decisão terá deixado os “trabalhadores incrédulos, uma vez que as suas funções são perfeitamente compatíveis com o teletrabalho”, conclui a denúncia.

O Notícias de Leiria apurou que a empresa encontra-se em lay-off desde o dia 1 de abril. O nosso jornal contactou a Oliveiras S.A. e aguarda uma reação.

.

Recomendado




POPULARES