Ligue-se a nós

Sociedade

Obras na estrada da Loureira arrancam nos próximos dias – Luís Albuquerque

As obras, suportadas integralmente pelo município de Ourém, deverão ficar prontas até ao final do ano.

Publicado

em

Presidente Luís Albuquerque
Foto: Presidente da Câmara de Ourém, Luís Albuquerque / Facebook Município de Ourém

A requalificação da principal via de entrada de peregrinos a pé em Fátima, conhecida como estrada da Loureira, começa nos próximos dias, num investimento de cerca de 1,8 milhões de euros, disse hoje o presidente da Câmara de Ourém.

A empreitada foi adjudicada à empresa CONTEC – Construção e Engenharia, S.A., pelo valor aproximado de 1 milhão e 873 mil euros (+ IVA) e com o prazo de execução de quase dez meses.

“A obra física começa nos próximos dias”, afirmou Luís Albuquerque à agência Lusa, considerando esta uma “obra fundamental para Fátima e para quem visita a cidade”.

Luís Albuquerque reconheceu que se trata da concretização de uma obra de que “já se fala há muitos anos, mas que só agora é possível fazer”, referindo que, desde o início do atual mandato, no final de 2017, este município do distrito de Santarém “tem vindo a trabalhar no projeto e depois no lançamento do concurso”.

Hoje, nos Paços do Concelho de Ourém, decorreu a assinatura do auto de consignação da empreitada, a requalificação da Estrada Municipal 357, no troço entre a rotunda Norte, em Fátima, e o limite do concelho com Leiria.

Segundo Luís Albuquerque, trata-se uma intervenção ao longo de um quilómetro que, além de um pavimento novo, vai ter passeios largos e “uma distância de sete metros entre passeios, com iluminação e mobiliário urbano adequados”, contemplando também trabalhos nas infraestruturas de água, saneamento e telecomunicações.

“Vai ficar uma via moderna e preparada para dar condições de segurança aos peregrinos no percurso dos últimos metros até ao Santuário de Fátima”, declarou o autarca, adiantando, igualmente, que é “uma via urbana que estará mais adequada para automobilistas e residentes”.

Convicto de que as obras vão dar “mais segurança a automobilistas, residentes e peregrinos”, o presidente da Câmara de Ourém disse ainda acreditar que “a imagem dos peregrinos a caminhar no meio da estrada vai terminar”.

O autarca avisa, contudo, que esta “é uma obra difícil, que vai causar muitos transtornos em termos de trânsito”, apelando para que “todos tenham a maior paciência”.

O investimento, suportado integralmente pelo município, vai estar pronto até ao final do ano, assegurou Luís Albuquerque, destacando que em 2023 Lisboa recebe a Jornada Mundial da Juventude, sendo expectável mais turistas em Fátima.

“Por isso, além desta via, estamos a trabalhar no sentido da requalificação da Avenida João XXIII, que é a saída da Autoestrada 1 em Fátima, da estrada de Minde e também da Avenida Irmã Lúcia de Jesus [que liga a rotunda Sul à sede de freguesia], para que também possam ser requalificadas até essa data”, acrescentou Luís Albuquerque.

POPULARES