Ligue-se a nós

Sociedade

Marinha Grande tem os maiores rendimentos do distrito de Leiria

Estatísticas do INE relativas ao IRS revelam que, em 2018, o rendimento bruto médio em Portugal se situou nos 9 067 euros por contribuinte, deduzido o IRS, numa melhoria face aos números do ano anterior.

Publicado

em

Fábrica soldar
Foto: Fábrica / Pixabay

Em 2018, o rendimento bruto declarado médio, depois de descontado o IRS suportado por cada sujeito passivo, foi de 9 067 euros em Portugal, segundo dados do Instituto Nacional de Estatística (INE).

Na Marinha Grande, o valor registou-se nos 10 412 euros, tornando o município do distrito de Leiria com os maiores rendimentos, seguido de Leiria com 9 918, Batalha 9 081, Alcobaça 8 862, Porto de Mós 8 858, Caldas da Rainha 8 782, Pombal 8 687, Peniche 8 539, Nazaré 8 478, Óbidos 8 426, Bombarral 8 168 e Ansião com 8 120 euros.

Com menores rendimentos, segundo o INE, estão os municípios de Castanheira de Pera com 7 507 euros, seguido de Pedrógão Grande 7 577, Figueiró dos Vinhos 7 716 e Alvaiázere com 7 759 euros.

O concelho de Ourém, no distrito de Santarém, registou rendimentos médios de 8 729 euros.

A nível nacional, um quinto dos municípios registaram valores medianos do rendimento superiores à referência nacional. “Com valores acima de 11.000 euros destacavam-se, em 2018, os municípios de Oeiras (13.527 euros), Lisboa (11.499 euros), Cascais (11.488 euros), Alcochete (11.147 euros) e Entroncamento (11.061 euros)”, revelou o INE.

A fixação do valor mediano registado em 2018 do rendimento bruto declarado deduzido do IRS liquidado por sujeito passivo em 9.067 euros representa “um aumento de 4,4% face ao ano anterior”.

Por sub-regiões, a AML (10.750 euros), a região de Leiria (9.285 euros), a região de Coimbra (9.231 euros), o Alentejo Central (9.194 euros) e a região de Aveiro (9.159 euros) foram as que registaram rendimentos medianos mais elevados.

.

Recomendado




Recomendado




POPULARES