Ligue-se a nós

Bem Estar

Leiriense aposta em marca de vestuário sustentável na Alemanha

A fotografia de Teresa Mineiro “mostra como, quando o vestuário é desenhado, produzido e apresentado com qualidade e consideração pelas pessoas e pelo ambiente, elas deixam de ser apenas roupas”.

Publicado

em

Designer de mora Inês Fonseca
Foto: Coleção "Variações", por Inês Fonseca

Inês Fonseca, designer de moda, criou a sua marca de vestuário apostando na sustentabilidade dos materiais usando tecidos deadstock (restos de produções de fábricas portuguesas).

Natural de Leiria, com 27 anos, mudou-se este ano para Estugarda, na Alemanha, onde decidiu lançar a sua própria marca de vestuário.

“Para além de ser uma das mais poluentes, a indústria da moda tem vindo a explorar muitos dos seus trabalhadores ao longo das últimas décadas. Esta falta de ética perpetuada, fez-nos chegar a um ponto em que uma mudança de atitude se tornou imperativa”, explica Inês Fonseca em nota envida às redações.

No início de 2019 decidiu aprender a fazer tricot no Atelier da Dona Jacinta, em Leiria. Simultaneamente, começou a costurar e a bordar algumas peças em materiais que tinha em casa (desde sacos de farinha velhos, carpetes, antigos vestidos de linho, até uma colcha de cetim).

Desta experimentação nasceu a coleção Things Remote, que se baseou na transformação desses materiais e produtos em novos produtos de maior valor (processo comumente designado de upcycling).

No início de 2020, começou a partilhar fotos e vídeos no Instagram, revelando o seu “processo criativo, a escolha dos tecidos, ilustrações e a própria confeção das peças”, conta a leiriense Inês Fonseca.

No verão de 2020, decidiu lançar o seu website com uma plataforma de compras, inaugurando-o com uma nova coleção de edição limitada feita a partir de tecidos deadstock (restos de produções de fábricas portuguesas).

Ainda em 2019, juntou-se à também leiriense Teresa Mineiro que fotografou as suas peças em vários locais (Casa das Histórias de Paula Rego, Farol de Santa Marta em Cascais, Tomar, Tenerife, entre outros).

“A forma romântica e envolvente como a Teresa fotografa, eleva as peças e mostra como, quando o vestuário é desenhado, produzido e apresentado com qualidade e consideração pelas pessoas e pelo ambiente, elas deixam de ser apenas roupas – tornam-se algo de especial que vai ser usado para sempre e fazer parte de muitos momentos memoráveis”, explica a designer de moda Inês Fonseca.

POPULARES