Ligue-se a nós

Sociedade

Largo do Santuário dos Milagres vai ser requalificado

A empreitada inclui a repavimentação de pisos e a requalificação dos espaços verdes e do estacionamento.

Publicado

em

Santuário do Senhor Jesus dos Milagres,
Foto: Santuário do Senhor Jesus dos Milagres / Município de Leiria

A requalificação do largo do Santuário do Senhor Jesus dos Milagres, no concelho de Leiria, começa esta semana, num investimento de 750 mil euros, anunciou hoje a Câmara, referindo que a intervenção pretende dar mais atratividade ao espaço.

Numa nota de imprensa, o município liderado por Gonçalo Lopes refere que as obras, na rua Cónego Lacerda e no largo junto ao santuário, na freguesia dos Milagres, visam “dotar a zona de maior conforto e atratividade, e revitalizar a dinâmica da área”.

A empreitada tem uma duração prevista de 270 dias e contempla a repavimentação de pisos, a requalificação dos espaços verdes e do estacionamento, com criação de novos lugares e de zona para cargas e descargas, bem como a melhoria das acessibilidades e da mobilidade, através da eliminação de barreiras arquitetónicas e colocação de piso tátil junto às passadeiras.

“A atratividade do espaço será reforçada com a instalação de novo mobiliário urbano, incluindo bancos, um bebedouro e um suporte para bicicletas, e de nova arborização, para além da colocação de sinalética urbana informativa e turística”, acrescenta.

Citado na nota, o vereador das Obras Municipais e Requalificação do Espaço Público, Ricardo Santos, explica que o investimento pretende “tornar o espaço mais agradável e aprazível para quem o frequenta, contribuindo para um futuro aumento do turismo, já que serão também melhoradas as condições para a realização das festas tradicionais da freguesia”.

O município adverte para alguns condicionalismos de trânsito durante a execução da obra, esclarecendo que os sentidos de circulação viária existentes atualmente manter-se-ão após a conclusão dos trabalhos.

De acordo com o ‘site’ VisiteLeiria, a igreja começa a ser construída em 1732, “em homenagem a uma série de milagres atribuídos a Jesus Cristo”.

“Ao final de 18 anos, o interior do edifício estava concluído, faltando no exterior as torres e o gradeamento da galilé superior, terminados já no final do século XIX, por intervenção do arquiteto Ernesto Korrodi”, lê-se no ‘site’.

Segundo a mesma fonte, “durante muitos anos, os peregrinos acorriam aos milhares, tornando os Milagres num local de peregrinação muito requisitado”.

A celebração do Senhor Jesus dos Milagres ocorre no segundo fim de semana de setembro e “é muito famosa pela sua procissão de andores, que atrai ali milhares de pessoas, vindas de todo o país”, lê-se ainda.

POPULARES