Ligue-se a nós

Cultura

Festival Sopro homenageia bombeiros em arte urbana na Marinha Grande

O Festival consiste na realização de três intervenções artísticas: uma escultura no topo do Teatro Stephens e duas pinturas murais em paredes.

Publicado

em

Perseverança
Foto: Obra “Perseverança”, pelo artista Robot / Riscas Vadias

Chegou ao fim a primeira parte de três intervenções artísticas no âmbito do Festival “Marinha Grande, SOPRO: ARTE PÚBLICA”, promovido pela Câmara Municipal da Marinha Grande, com curadoria da associação Riscas Vadias.

Numa das paredes da torre do quartel dos Bombeiros Voluntários da Marinha Grande foi pintada a obra “Perseverança”, pelo artista Robot, que retrata a figura de uma bombeira.

De acordo com o artista, “é do conhecimento geral, que grande parte dos bombeiros em Portugal são voluntários. Homens e mulheres colocam a vida em risco para combater as chamas e ajudar os outros, sem pedir nada em troca”.

Robot acrescenta que “esta pintura mural pretende, por um lado, ser vista como uma homenagem ao corpo de bombeiros, e por outro, através de um referente à natureza – o coelho nela figurado, da autoria de Ricardo Romero / Matilhastudio, autor do mesmo – fazer referência à mata como um local recorrentemente em risco pelos fogos, que têm devastado várias regiões por todo o país”.

O Festival “Marinha Grande, SOPRO: ARTE PÚBLICA” consiste na realização de três intervenções artísticas: uma escultura no topo do Teatro Stephens e duas pinturas murais em paredes / fachadas de média/grande dimensão. As criações estão a cargo dos artistas Nuno Viegas, Ricardo Romero e Robot.

Nuno Viegas é o artista que está a fazer a segunda intervenção de arte urbana na Marinha Grande, na fachada de um edifício na zona de Casal do Malta, como uma homenagem à arte vidreira da nossa cidade.

POPULARES