Ligue-se a nós

Sociedade

BE convida Comissão de Agricultura a visitar Mata Nacional de Leiria

Até hoje são desconhecidas quais as propostas formuladas pela Comissão Científica aceites ou não pelo governo, defende o Bloco de Esquerda.

Publicado

em

Pinha Pinheiro
Foto: Pixabay

(Atualizada a 28/maio às 14h51)

O Bloco de Esquerda convidou o deputado Pedro do Carmo, presidente da comissão parlamentar de Agricultura e Mar, a visitar a Mata Nacional de Leiria.

Na missiva, o partido escreve que a “Mata Nacional de Leiria/Pinhal do Rei, é a maior e mais prestigiada Mata Nacional, com cerca de 11 mil hectares, séculos de história e um elevadíssimo valor ecológico para o país. Foi consumida em 86% pelos grandes incêndios de 2017 e até hoje ainda aguarda por um plano de reflorestação e de restauro“.

“Foi criada uma Comissão Científica que elaborou um conjunto de propostas a ter em conta para a recuperação desta mata, assim como das restantes matas litorais, tendo-se consubstanciado num relatório divulgado pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) após requerimento do Bloco de Esquerda, para que o mesmo fosse disponibilizado em Maio de 2019”, lê-se na carta dos bloquistas.

Segundo o partido, até hoje são desconhecidas quais as propostas formuladas pela Comissão Científica aceites ou não pelo governo.

Já os “responsáveis do Governo e do ICNF justificam a quase inexistência de trabalhos de restauro realizados nas matas litorais com a necessidade de aguardar pela regeneração natural”, aponta o partido, que defende que a “regeneração natural entregue a si própria” deixará caminho aberto às espécies invasoras.

Na carta, assinada pelo deputado Ricardo Vicente, eleito pelo círculo eleitoral de Leiria, o BE recorda que “apresentou um Projeto Resolução que foi debatido em simultâneo com uma petição e aprovado na Assembleia da República, onde se propõe a construção de Planos de Requalificação e Reflorestação das matas e perímetros florestais litorais ardidos em 2017, num compromisso político e governativo de longo prazo”.

O partido recorda ainda o convite feito à Comissão de Agricultura e Mar e ao Observatório Técnico Independente, no início deste mês de maio, por quatro investigadores e especialistas que ainda não aconteceu.

Gabriel Roldão, investigador e autor do livro “Elucidário do Pinhal do Rei”, Hugo Simões, especialista em Sistemas de Informação Geográfica e Recursos Naturais, José Nunes André, investigador em sistemas dunares das Matas Litorais, e Sónia Guerra, especialista em flora e habitats naturais do Pinhal do Rei mostraram-se disponíveis para uma visita guiada à Mata Nacional de Leiria.

Ao Notícias de Leiria, Sónia Guerra adiantou, esta quinta-feira, já ter recebido “resposta do presidente do Observatório Técnico Independente, com a aceitação do convite, para visita à MNL, em data a combinar”, continuando a aguardar resposta da Comissão da Agricultura e Mar.

.

Recomendado




POPULARES